Orgulho e Preconceito

28 abril, 2010

Aproveitei pra escrever o post do blog enquanto o assunto/a história ainda estava fresquinho na cabeça. Nossa, depois de uma semana, terminei de ler “Orgulho e Preconceito”, e sinceramente, AMEI! Acho que é o meu clássico favorito agora. Nossa, muito bom mesmo! Eu nem tenho palavras pra expressar o quanto gostei do livro. Bem, primeiro vamos à sinopse, e depois aos comentários sobre o livro.

Sinopse: “Considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa, Jane Austen começou seu segundo romance, "Orgulho e Preconceito", antes dos 21 anos de idade. Assim como em outras obras de Austen, o livro é escrito de forma satírica. "Orgulho e Preconceito", pode ser considerado como especial porque transcende o preconceito causado pelas falsas primeiras impressões e adentra no psicológico, mostrando como o auto-conhecimento pode interferir nos julgamentos errôneos feitos a outras pessoasA autora revela certas e posturas de seus personagens em situações cotidianas que, muitas vezes, causam momentos cômicos aos leitores, dando um caráter mais leve e satírico ao livro. As emoções e sentimentos devem ser decifrados por quem decidir mergulhar na obra de Jane Austen, uma vez que encobertos nas entrelinhas do texto. A escritora inglesa apresenta seu poder de expressar a discriminação de maneira sutil e perspicaz em "Orgulho e Preconceito"; ela é capaz de transmitir mensagens complexas valendo-se de seu estilo a um tempo simples e espirituoso. O principal assunto do livro é contemplado logo na frase inicial, quando a autora menciona que um homem solteiro e possuidor de grande fortuna deve ser o desejo de uma esposa. Com esta citação, Jane Austen faz três referências importantes: a autora declara que o foco da trama será os relacionamentos e os casamentos, dá um tom de humor á obra ao falar de maneira inteligente acerca de um tema comum, e prepara o leitor para uma caçada de um marido em busca da esposa ideal e de uma mulher perseguindo pretendentes.O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet (Lizzy) e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato. A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, mostrando também, desse modo, a sociedade do final do século XVIII.”

Tá, eu já coloquei essa sinopse, porque, primeiro, é a sinopse que veio atrás do meu livro, e também, porque ela fala bastante sobre do que se trata o livro. Particularmente, eu achei um livro MUITO BOM e nem sei porque eu nunca li antes :/ Na verdade, eu comprei o livro logo depois que eu vi o filme, porque no filme mesmo, eu já tinha gostado muito da história, mas não tinha muita idéia de como acabava... (Acho que tava esperando aquela parte “Tiveram três filhos e viveram felizes para sempre” – fazer o que, eu sempre fantasio com o final das histórias, quando elas não terminam assim, com criançinhas :D). Então, daí eu resolvi comprar o livro pra ver como acabava. Mas quando eu cheguei em casa, eu decidi que eu ia ler o livro todo, não só o finalzinho pra saber o que acontecia. Mas, como eu estava no colégio, e tinha aquele negócio todo de “ficha literária”, eu tive que ler “O Retrato de Dorian Gray” do Oscar Wilde, e acabei emprestando ele pra minha amiga. Um tempinho depois, essa mesma amiga me devolve o livro, dizendo que não conseguiu terminar de ler, e que era muito chato.

Até aí, okay. Então, minha irmã decidiu ler, e depois de um tempo, também “abandonou” o livro (ela parou de ler na página 267, tá? Sendo que o livro tem 400 páginas :S). Aí já fiquei meio desanimada, e abandonei o livro na estante e ali ficou por uns dois anos (eu sei, que vergonha!). Até que, há um pouco mais de uma semana atrás, eu fui no blog Garota It, e li a resenha dela sobre o livro, e acabou me animando um montão. Então, assim que terminei de ler “Lembra de Mim?”, comecei a ler “Orgulho e Preconceito”, e nossa, AMEI demais esse livro. Confesso que demorei uma semana pra lê-lo, mas foi uma boa leitura :D

Agora, falando da minha cópia do livro. O livro que eu comprei, confesso, eu comprei por causa da capa, que é a mesma capa do filme e que eu amei (Com a Keira Knightley e o Matthew Macfadyen). É uma edição bilíngüe, o que eu recomendo bastante pra quem quer começar a ler em inglês, porque é uma maneira de tentar ler tudo e inglês, e se complicar, você pode dar uma “espiadinha” do lado. Mas não vale ficar olhando pro lado o tempo todo, né! E além disso, a tradução não foi feita pela “Raquel de Queirós” como os livros normais foram. E a tradução desse livro, ela já não tem muito aquela linguagem antiga. Continua sendo um pouco antiga, mas um pouco modernizada também, o que facilita bastante pra quem não gosta daquele estilo de escrita antigo.
Tá, essas foram as partes boa, agora vem as partes ruins da minha edição do livro: Muito erro de português. Sério. Por exemplo, escrever frequentemente com hífen (freqüente-mente), falta de aspas no início da fala (mas não acontece muito), e erro de personagem (tipo, tinha em uma parte do livro que falava “A Sra. Bennet...”, e a tradutora acabou colocando “A Sra. Bingley...” e foi realmente estranho, porque eu não tinha lido nada ainda que falava sobre alguma “Sra Bingley”. Mas então, eu olhei no texto ao lado (que era o original em inglês) e vi que era a “Sra. Bennet”).
Mas como eu digo, não são os erros, ou a forma de escrita que vão fazer você gostar ou desgostar do livro, certo? Porque, assim como eu, apesar de todos os erros que o meu livro tem, não me arrependo de ter lido, e de considerá-lo como um dos melhores romances que eu já li.

Espero que vocês realmente gostem e curtam a história tanto como eu, e não deixem de ler só por causa de alguns empecilhos. A história é linda, e merece ser lida. SUPER RECOMENDO! E mais uma vez agradeço à Garota It, por ter me incentivado a ler :D

Trailer agora do filme, pra dar mais vontade ainda de ler, quem ainda não leu, claro :D Beijooo :* Thayná.

video

7 comentários:

  1. Nossa, que lindo! È tão bom saber que incentivei alguém a ler um dos livros que li *-* E eu acho linda essa edição, só não comprei pq era muito mais cara, e eu já tava atrasada na leitura e não tinha $$ uahsuahsuas
    Sabe que nunca vi o filme? Vou procurar para assistir, adoro essa atriz! *-*

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Aposto que no fundo você sempre teve vontade de ter um conto publicado.
    Não?
    Ainda ta em tempo de mudar de idéia..rs
    Sim?
    Que bom, pois temos uma ótima oportunidade pra você.
    Ficou interessado?
    Acesse: http://escritorasteens.wordpress.com e saiba como participar.
    Caso não seja a sua praia escrever, aposto que conhece alguem que queira, então peço que divulguem para que quem tem sua historia publicada possa ter essa oportunidade.
    Agradeço a todos.
    Bjks
    Nath Souza

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não tive oportunidade de ler esse livro ! Mas um colega meu trocou comigo por outro livro meu só que ainda não teve oportunidade de me mandar ele ! Mas quando eu ler eu volto aqui pra comentar !

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser bem legal e o povo fala bem da Jane Austen, quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
  5. muito bom mesmo , não li todo , por que tive alguns contratempos e abandonei mais ate onde li é otimo ,

    ResponderExcluir
  6. Essa edição é capa dura?

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo