Blue Bloods (Livro #1)

16 abril, 2010

Ok, praticamente primeira postagem ever, então, eu estou meio nervosa, mas vamos lá.
Hoje eu vou falar sobre o primeiro livro de uma série que eu já ouvi falar há algum tempinho, mas sempre tinha preguiça ou falta de tempo pra ler. Anyway, o nome do livro é Blue Bloods, ainda não foi traduzido nem publicado por nenhuma editora brasileira, que depois deu origem a mais alguns livros, tornando-se assim “Blue Bloods Series”.

Sinopse: “De La Cruz tem melhorado a imagem dos tradicionais vampiros com sabedoria nessa história, caracterizando um grupo de atraentes, privilegiados adolescentes de Manhattan que estudam em uma prestigiada escola particular.
Schuyler Van Alen (lê-se Sky-ler), 15 anos, a última da linhagem de uma distinta família, tem sido criada por sua distante e esquecida avó. Schuyler, seu amigo Oliver, e um novo amigo, Dylan, são tratados como estranhos pela associação dos populares, atléticos e bonitos adolescentes, compostos por Mimi Force, o irmão gêmeo dela, e a melhor amiga.
O que eles têm em comum é o fato de que todos eles são Blue Bloods (Sangue Azul), ou vampiros. Eles não percebem que eles não são normais até que eles tenham 15 anos. Então, os sintomas se manifestam neles e eles começam a implorar por carne crua, têm pesadelos sobre acontecimentos da história passada, e ‘ganham’ proeminentes veias azuis em seus braços. Suas imortalidades e caminhos a seguir na vida são ameaçados depois que adolescentes Blue Bloods começam a ser assassinados por um pequeno grupo chamado Silver Bloods (Sangue Prateado)”.



Então, diferentemente dos livros atuais, onde há somente um personagem principal que conta a história, nesse livro vemos a autora como narrador onisciente, vendo os acontecimentos de três pontos de vista diferentes (normalmente), que são do de Schuyler, de Mimi, e de Bliss (melhor amiga de Mimi).

Tudo começa em uma noite no The Bank, onde Oliver e Schuyler decidem ir para se divertir. Schuyler olhava distraidamente para a rua enquanto seu amigo falava ao telefone, quando pensou ver um garoto sendo atropelado, e atravessou a rua, certa de que encontraria um corpo morto. Porém, ele estava de pé à sua frente contando o troco do táxi. O garoto era Jack Force, gêmeo da famosa e popular Mimi Force, capitão do time de lacrosse e o aluno com melhor desempenho escolar.

A partir daí a história começa, pois Schuyler podia jurar que tinha visto ele sendo atropelado. Algumas semanas depois ela é convidada a participar de uma reunião do “New York Blood Bank Comité” (algo como Comitê do Banco de Sangue de Nova Iorque – estranho, eu sei), e sua avó insiste para que ela vá. Lá, ela descobre que é uma vampira e tudo sobre isso. Ela acaba se apaixonando por Jack, e no fundo, sabe que Jack sente algo por ela, mas os dois não podem ficar juntos, pois ela é uma “meio-sangue” e ele é Abbadon – puro-sangue -, destinado a ficar para sempre ao lado de Azrael, sua “alma-gêmea” que por incrível que pareça, é sua irmã, Mimi. E não há nada que eles possam fazer, porque o laço não pode ser rompido. Ou será que pode?
Como será que essa história termina?

Olha, vou confessar pra vocês que nem eu sei, okay? E isso é porque eu já estou no terceiro livro. Então, acho que é isso! Espero que gostem e comentem sobre o que acharam.

Beijos :*
Thayná.

5 comentários:

  1. Já beixei esse livro, maas a preguiça tomou conta de mim e eu ainda nem comecei a ler, maas parece ser muito bom *--*

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha ! Muito boa ! Ainda vou ler essa serie ! Mas parece ser muito interessante ! Concerteza lerei ! beijos 1

    ResponderExcluir
  3. Ok meio estranho ele ser "alma gêmea" da irmã dele...Mais o livro em si parece ser ser ótimo...Amei a resenha...
    xoxo

    ResponderExcluir
  4. o livro é otimo , interessante adorei

    ResponderExcluir
  5. Eu tentei ler este livro com todas as minhas forças, mas o enredo não desceu, além de que achei super cansativo justamente por causa dos muitos pontos de vista e nenhuma ação de verdade. Eu esperava mais desse livro, realmente me decepcionei e o abandonei sem dó e nem piedade.

    Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/
    Twitter: https://twitter.com/Blog_WBMW

    ResponderExcluir

Comentários e elogios são sempre bem-vindos. Críticas são construtivas, agora, insultos e xingamentos são falta de respeito.
Desde já, obrigada pra quem comenta.

© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo