Editora Wish: Prepare seu Original

30 setembro, 2016



OI OI OI!

Vamos falar da chance de publicar seu livro?

Esse post é para aqueles que têm um original guardadinho na gaveta ou em um milhão de pen-drives para não perder, para aqueles que sonham em publicar um livro e lutam por um espacinho entre os autores internacionais que são a preferência de muitas editoras. É verdade que o mercado editorial cresceu muito nos últimos anos, abrindo espaço para autores nacionais, mas em época de booktubers e youtubers, a preferência é sempre para aquele autor mais conhecido, mesmo para primeira obra, se já tem um público cativo a chance de publicar é muito maior.

Mas agora esqueça esses detalhes e vamos focar no envio do SEU original.

Quem está dando essa oportunidade é a Editora Wish que, entre os dias 01 e 31 de outubro, estará recebendo originais dos gêneros de fantasia, romance, suspense e terror, para avaliação para possível publicação no primeiro semestre de 2017!

Mais informações em:

www.editorawish.com.br

www.facebook.com/editorawish

Trailer: Cinquenta Tons Mais Escuro

29 setembro, 2016

OK OK OK!

A essa altura todo mundo já viu o trailer de Cinquenta Tons Mais Escuro, então a ideia do post mais que divulgar o trailer, é saber qual a opinião de vocês: curtiram? Ansiosos para o filme?




Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.









Cinquenta Tons Mais Escuros deve estrear em 10 de fevereiro (para o Valentine`s Day lá de fora!)

O último livro, “Cinquenta Tons de Liberdade”, estreará em 09 de fevereiro de 2018.

A direção ficará por conta de James Foley.

O marido de EL James, Niall Leonard, que também ajudou no roteiro do primeiro filme, está responsável pelo roteiro.

Trecho do segundo livro de Grey

28 setembro, 2016



OI OI OI!

Anos se passaram, mas Cinquenta Tons de Cinza continua causando furor entre a mulherada, e mesmo que a versão narrada por Christian Grey não tenha feito um sucesso tão estrondoso quanto a versão de Anastasia Steele, ainda tem mais histórias para vir por aí!

O livro será lançado em 2017, mas ainda não foi divulgada uma data oficial nem a capa do próximo livro. Para alegrar os fãs recentemente caiu na internet um trecho do próximo livro, e o pessoal do Portal50Tons se encarregou de traduzir, confiram:

Quinta-feira, 09 de junho de 2011
Eu sento. Esperando. Meu coração está batendo alto. São 5:36 e eu olho através do vidro escurecido do meu Audi na porta da frente do prédio dela. Sei que cheguei cedo, mas estive esperando por esse momento o dia todo.
Eu vou vê-la.
Eu mudo de lugar na parte traseira do carro. A atmosfera é sufocante, e embora eu esteja tentando manter a calma, a antecipação está batendo no meu estômago e pressionando para baixo no meu peito. Taylor está sentado no banco do motorista olhando para frente, sem palavras, com sua habitual pose, enquanto eu mal consigo respirar. É irritante.
Porra. Onde ela está?
Ela está lá dentro – dentro da Seattle Independent Publishing. Situado em uma ampla calçada, o prédio é gasto e precisa de uma reforma. O efeito fosco na janela está descascando e o nome da empresa está marcado casualmente no vidro. O negócio por trás dessas portas fechadas poderia ser uma companhia de seguros ou uma empresa de contabilidade; eles não estão exibindo seus produtos. Bem, isso é algo que posso resolver quando tomar controle. SIP é minha. Quase. Já assinei o contrato.
Taylor limpa sua garganta e seus olhos encontram os meus no espelho retrovisor. “Vou esperar lá fora, senhor”, diz ele, me surpreendendo, e ele sai para fora do carro antes que eu posso pará-lo. Talvez ele esteja mais afetado pela minha tensão do que eu pensava. Sou tão óbvio? Talvez ele esteja tenso. Mas por que? Deixo escapar um suspiro. Ele teve que lidar com o meu meu humor em constante mudança na semana passada e sei que não tenho sido fácil.
Hoje foi diferente. Esperançoso. É o primeiro dia produtivo que tenho desde que ela me deixou, ou assim parece. O otimismo tem me estimulado através das minhas reuniões com entusiasmo marcando minha constante necessidade de verificar o horário. Dez horas até eu vê-la. Novo. Oito. Sete… Minha paciência testou meu relógio enquanto ele batia mais próximo da minha reunião com a senhorita Anastasia Steele.
E agora que estou aqui sentado, sozinho e esperando, a determinação e confiança que eu tive o dia todo vão embora.
Talvez ela tenha mudado de ideia.
Será uma reunião? Ou apenas uma carona para Portland?
Olho meu relógio mais uma vez.
5:38.
Merda. Por que o tempo muda tão devagar?
Contemplo enviando um email para ela para que ela saiba que estou aqui fora, mas quando eu olho pro meu celular, percebo que não quero tirar os olhos da porta da frente. Na minha mente eu lembro dos emails recentes dela. Eu os conheço de cor; todos eles amigáveis e concisos, mas sem um indício de que ela está sentindo minha falta.
Talvez eu seja a carona.
Deixo de lado o pensamento e olho para a porta, desejando que ela apareça.
Anastasia Steele, estou te esperando.
A porta abre e meu coração sobe em ultrapassagem, mas rapidamente para com a decepção. Não é ela.
Porra.
Ela sempre me deixou esperando.
Um sorriso sem humor aparece nos meus lábios: esperando na Clayton’s, no Heathman após a sessão de fotos, e depois que eu enviei os livrosde Thomas Hardy.
Tess…
Pergunto-me se ela ainda tem os livros. Ela queria devolver para mim; ela queria dá-los para uma instituição de caridade.
“Não quero nada que vai me fazer lembrar de você.”
A imagem de quando ela me deixou vem a tona na minha mente; seu rosto triste e marcado pela dor e confusão. É indesejável. Doloroso.
Eu fiz ela infeliz. Eu levei tudo muito longe, muito rápido. E isso me enche de remorso. O desespero se tornou muito familiar desde que ela foi embora. Fechando os olhos, tento me concentrar, mas sou confrontado pelo meu medo mais profundo e escuro: ela está com outra pessoa. Ela está compartilhando sua pequena cama branca e seu belo corpo com alguém estranho.
Porra. Permaneça positivo, Grey.
Não vá por aí. Nem tudo está perdido. Você irá vê-la em breve. Seus planos estão em ação. Você irá ganhá-la de volta. Abrindo meus olhos, olho para a porta da frente através do vidro escurecido do Audi que agora reflete o meu humor. Mais pessoas deixam o prédio, mas nada da Ana.
Onde ela está?
Taylor está do lado de fora e olhando para a porta da frente. Cristo, ele parece tão nervoso quanto eu. Que diabos ele tem?
Meu relógio diz que são 5:43. Ela estará fora a qualquer momento. Respiro fundo e puxo os meus punho, então tento endireitar a minha gravata só para descobrir que eu não estou usando uma. Merda. Passo a mão sob meu cabelo e tento não pensar nas minhas dúvidas, mas elas continuam me atormentando. Sou apenas uma carona para ela? Será que ela sentiu minha falta? Ela está saindo com alguém? Não faço ideia. Isso é pior do que esperar por ela no Marble Bar e a ironia não está perdida em mim. Pensei que tinha sido o maior negócio que e já tinha feito com ela. Franzo a testa – não saiu do jeito que eu esperei. Nada sai do jeito que eu espero com a senhorita Anastasia Steele. O pânico bate no meu estômago mais uma vez. Hoje eu vou negociar algo ainda maior.
Eu quero ela de volta.
Ela disse que me amava..
Meu coração pula enquanto a adrenalina preenche meu corpo.
Não. Não. Não pense nisso
Acalme-se, Grey. Foco.
Olho mais uma vez para a entrada da Seattle Independent Publishing e ela está lá, vindo em minha direção.
Porra.

Peça-me O Que Quiser e Eu Te Darei (Peça-me #05) - Megan Maxwell

26 setembro, 2016


Os anos se passaram. Judith Flores e Eric Zimmerman vivem em uma bela casa em Munique com os três filhos. E continuam tão apaixonados quanto no dia em que se conheceram. O alemão e a espanhola enfrentam juntos os desafios de criar um adolescente e de manter o desejo aceso no casamento. Apesar disso, tudo parece ir bem, até o dia em que uma mulher do passado de Eric reaparece e coloca à prova todas as certezas de Jud. Já os melhores amigos do casal, Mel e Björn, estão mais felizes do que nunca. E o advogado sonha com o dia em que a ex-tenente do Exército americano deixará de ser tão teimosa e aceitará se casar com ele. Unidos pela amizade e pelo sexo, os dois casais enfrentarão juntos as armadilhas que o destino coloca em seus caminhos. Será que o amor verdadeiro é mesmo capaz de vencer tudo?




Você quer saber como está sendo o "depois do felizes para sempre" de Eric e Judith?
Como todo casal, eles têm seus desentendimentos, mas buscam se entender, afinal com as brigas do passado eles puderam aprender bastante como lidar com um relacionamento, e agora que eles têm três filhos para cuidar, tudo tem um peso maior na balança.
Mas não tem sido fácil.
Eric voltou a mergulhar de cabeça no trabalho, Finn está se mostrando um "adolescente rebelde", e Judith, por mais que adore ficar com os filhos, não aguenta mais a rotina de dona de casa, ela necessita trabalhar, ver pessoas diferentes e ter um pouco de independência. No momento esses são os problemas que permeiam a relação, e pode parecer muito simples, ou até mesmo bobagem, mas ambos são muito cabeça dura para ceder, até o ponto de que o prazer sexual não se torna suficiente para sustentar um casamento, de alguma forma Judith precisa que Eric volte a escutá-la para que juntos encontrem o melhor caminho.
Para complicar a situação, uma antiga paixão de Eric volta a Munique e parece disposta a persegui-lo para tê-lo de volta.
Do outro lado - e como forma de tornar a história mais interessante! - temos Bjork e Mel, que estão em clima de lua de mel, mesmo que o casamento ainda não tenha ocorrido (e não por falta de insistência de Bjork!). Apesar do clima romântico entre o casal, alguns desafios aparecem à porta para eles também, o principal deles é fazer Bjork ser aceito por um grande escritório de Munique, que é um grande sonho profissional dele, mas esse escritório inclui o clichê padrão: homens cheios de dinheiro acompanhados de esposas "troféus" e fúteis, que nem de longe aceitariam alguém como Mel no seu círculo exclusivo.
Assim, cada casal tem seu próprio desafio a enfrentar.

A ideia de narrar um livro que mostra o casamento depois de alguns anos sempre me agradou muito, porque é fácil ver um romance até a parte do felizes para sempre, mas depois que passa a lua de mel e aquele clima inicial de amor arrebatador, muita coisa pode acontecer. Esse é justamente o ponto desse livro. Finn agora é um adolescente e tem deixado os pais de cabelos em pé, e a forma como cada um dos dois lida com o filho afeta diretamente a relação de toda a família.
Nesse ponto a autora acertou, por não se limitar a explorar só as briguinhas de casal e sim todo o contexto da família. Mas quando um antigo amor de Eric reaparece, a história se torna uma completa novela mexicana. Muito muito sexy, claro, porque Megan Maxwell escreve cenas eróticas como ninguém, e são essas cenas que salvam a história, se não me agradasse tanto a forma como ela explora o sexo e os fetiches, confesso que o dramalhão com essa mulher teria me feito desistir de tudo.
O fato de a autora ter mesclado Judith e Eric com Mel e Bjork na mesma história tornou o enredo mais interessante, afinal Eric é irresistível, mas como casal Mel e Bjork dão um banho neles! Mel tem muito mais atitude, enquanto Judith fica o tempo todo se remoendo com tudo que está acontecendo na sua casa, e Bjork é um homem muito melhor que Eric, afinal não é tão grosseiro e é um perfeito cavalheiro ao seu próprio modo.
No fim, fiquei em cima do muro com esse livro e daria três estrelas. O erotismo estava apimentado como todos os outros livros da série (que foi o ponto positivo), mas o dramalhão mexicano me incomodou um pouco.

Pottermore: Teste do Patrono

25 setembro, 2016

OI OI OI!

O post de hoje é curtinho, só para avisar os fãs de Harry Potter que o site Pottermore tem novidades: teste do patrono!

Isso mesmo! Agora todos os inscritos no site podem descobrir qual seu patrono, as regras para isso são bem simples: basta acessar o site, mentalizar sua melhor memória e pronto!

Release: Winter

23 setembro, 2016


Winter
Crônicas Lunares #04
Marissa Meyer
Editora Rocco


Título: Winter
Autora: Marissa Meyer
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Rocco
 Número de Páginas: 688


Cinder, Scarlet, Thorne, Lobo, Cress e Iko estão de volta para o que promete ser sua aventura definitiva. Em Winter, Marissa Meyer encerra a série Crônicas Lunares com um conto de fadas futurista inspirado em Branca de Neve. Ambientado em um planeta chamado Luna, o livro é centrado em uma princesa órfã, forçada a lidar com o ciúme e a inveja da ambiciosa madrasta, que governa o reino com mão de ferro. 

Em Luna, a rainha Levana controla a população e planeja se tornar ainda mais poderosa, casando-se com o imperador Kai e estendendo seus domínios para a Terra. Sua enteada, Winter, é praticamente prisioneira da crueldade da madrasta e vive na fronteira entre a realidade e as alucinações produzidas pela própria mente, desde o dia em que desistiu de usar os poderes lunares. Mas nem tudo é tristeza na vida de Winter: ela conta com a lealdade e a proteção do guarda real Jacin Clay, seu amigo desde a infância e por quem a princesa é apaixonada.

O que Levana não sabe é que a princesa Selene, legítima herdeira do trono de Luna, sobreviveu à tentativa de assassinato planejada por ela e foi transformada na ciborgue Cinder, que tem um romance com o imperador Kai. Com a ajuda de Scarlet, Thorne, Lobo, Cress e Iko, Cinder está disposta a recuperar a coroa e governar Luna, salvando Kai e a Terra da perigosa aliança com Levana.

Paralelamente, a vida de Winter é ameaçada e não resta outra saída a Jacin que não seja ajudar Cinder e seus amigos a levarem adiante o plano para derrotar Levana. Mas a rainha não vai abrir mão de tudo o que conquistou sem lutar, nem que para isso precise sacrificar a população de Luna. Conseguirá Cinder recuperar o trono e ter um final feliz ao lado de Kai, mantendo todos os que ama a salvo? Winter, um dia, poderá viver em paz e ver seu amor por Jacin ser correspondido? Em uma trama cheia de ação e reviravoltas, Marissa Meyer surpreende os leitores e encerra com chave de ouro suas Crônicas Lunares.


Sobre a autora
Marissa Meyer nasceu em 1984, e foi criada em Tacoma, Washington, onde ainda reside com o marido Jesse e dois gatos. Estudou Escrita Criativa na Lutheran University e se descreve como uma  apaixonada por livros, contos de fadas e uma verdadeira road-trip, de imaginação fértil. Seu estilo já foi descrito como solarpunk e retrofuturista. A primeira publicação de Cinder foi feita em 2012, pela Feiwel and Friends, um selo da Macmillan Children’s Publishing Group. A Rocco reservou os direitos de publicação do seu livro para o Brasil.

Chefe Irresistível (Cretino Irresistível #4.5) - Christina Lauren

20 setembro, 2016


Um garanhão domado. Uma nerd satisfeita. E mais uma grande decisão de vida pela frente. Quando Will se apaixonou por Hanna, ficou atraído pelo seu senso de humor peculiar e por sua dedicação incansável à carreira, sem mencionar a atitude recatada e ingênua em relação ao sexo e a disposição de aprender tudo com ele na cama. Mas quando Hanna recebe inúmeras ofertas de emprego para ser chefe de laboratório em instituições em todos os cantos do país, ela não sabe que decisão tomar, pois, embora Will sinta orgulho de sua esposa e tenha concordado em acompanhá-la a qualquer cidade em que ela escolha trabalhar, o casal terá de fazer a escolha que mudará sua vida. A mágica entre os lençóis é só uma parte do relacionamento Falar a mesma língua, porém, é algo totalmente diferente.




Apesar de estarem juntos há um tempinho, Hanna e Will ainda têm muito o que aprender, ainda mais agora que mudaram de status para casados. O status em si não tem grande impacto na vida dos dois, afinal já viviam praticamente juntos, e o que importa de verdade é o sentimento, mas os planos que foram feitos para depois do casamento é que estão deixando os dois loucos.
Hanna é praticamente um gênio da ciência, e depois de voar pela faculdade e pela especialização, ela agora tem diversas ofertas de emprego em diferentes universidades, nos quatro pontos do país e até mesmo fora dos Estados Unidos; como Will é dono da sua própria empresa, pode trabalhar de qualquer lugar, por isso a decisão fica nas mãos de Hanna, e esse é o problema.
Mesmo sendo muito inteligente, Hanna ainda é muito nova e sempre teve problemas com grandes decisões, quem dirá uma tão grande quanto mudar a vida inteira dos dois para onde quer que seja, começa a trazer problemas para o relacionamento deles: na cama o sexo continua fantástico, mas na hora de conversar sério Hanna não sabe se expressar e busca refúgio no laboratório.
Para (tentar) ajudar os amigos entram em ação, e ver esse grupo reunido novamente é pura diversão.

Já foram muitos e muitos livros dessa série, mas nunca é o suficiente, e com Chefe Irresistível acontece a mesma coisa: o livro tem um pouco mais de 100 páginas, acalma a saudade dos personagens e no fim deixa um gostinho de quero mais.
Como o título dá a entender, o foco é na carreira de Hanna, mas como fã do casal esperava que tivesse sido dada mais atenção ao casamento em si, toda a festa é descrita em pouquíssimas páginas (e com um grupo desses é impossível que nada de mais tenha acontecido!).
Superada essa tristeza, digo às fãs de Will Summer que nesse livro ele está ainda mais apaixonante!
Como casal, Hanna e Will continuam incríveis, e nesses poucos capítulos é possível perceber como eles cresceram como casal e como pessoas, tanto em relação a própria sexualidade que não tem tabus nem preconceitos, quanto no amadurecimento da relação, sem cenas de ciúmes desnecessárias nem muito drama sem cabimento. Ou seja, o casal perfeito!
Will é atencioso do início ao fim, e fundamental para que Hanna esteja a vontade para escolher em que lugar quer trabalhar, porque além de entender ele realmente apoia a sua carreira e tem noção de que não casou com uma mulher disposta a ficar em casa criando filhos depois do casamento, juntos eles são simplesmente maravilhosos!
Por ser um conto, as intrigas a serem resolvidas são em decorrência da própria mudança, que lugar trabalhar, onde morar, qual região do país, e se resolvem naturalmente - isso, para mim, é um dos pontos principais dos livros da Christina Lauren, porque não fica naquele draminha de artimanhas e teorias conspiratórias, torna a história muito real, já que qualquer casal pode enfrentar esse mesmo drama, e o fato de juntos encontrarem uma forma de se resolverem leva ao melhor desfecho possível.
Para terminar, o principal de tudo: a história continua com conteúdo! Apesar de ser um livro curtinho, só um conto sobre os dois após o fim de Playboy Irresistível, as autoras uniram (novamente!) o cômico e o romântico, com pitadas de cenas apimentadas, sem que o foco seja todo no erotismo e por isso a série continua tão boa!
© Coisas da Amanda Todos os direitos reservados.
Criado por: Amanda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo